Warley repudia projeto que pega de volta R$ 8,5 bilhões de credores que não sacaram

O presidente da COBAP e Vice Presidente da CNAPI, Warley Martins, está indignado com o projeto de lei que autoriza o governo a tomar o dinheiro de atrasados há mais de dois anos e que não foram sacados pelos credores.  

Michel Temer quer pegar de volta R$ 8,6 bilhões em precatórios e RPMs (requisições de pequeno valor), pagos a 493 mil credores que não fizeram o saque do valor.

Warley acionou o Conselho Jurídico da COBAP para que estudem com urgência uma forma de impedir a tramitação deste projeto, que é considerado “inconstitucional” pela OAB.

Corre o risco deste projeto ser votado na Câmara Federal na próxima semana, caso haja quantidade suficiente de deputados em Brasília.

O projeto já recebeu parecer favorável na Comissão de Constituição e Justiça.

“Isso é roubo, apropriação indébita. Ao invés de se apropriar da grana dos pobres, o governo deveria informar essas pessoas para que saquem o dinheiro", criticou Warley 

Segundo ele, o governo tem convocado milhares de pessoas, inclusive portadores de deficiência, a fazer novas perícias no INSS com intuito de retirar seus benefícios. 

"Para ferrar os humildes o governo manda convocações, mas se nega a avisar as pessoas que tem direito a sacar seu dinheiro. Isso é uma vergonha”, protestou Warley.

Com informações da COBAP.