Empresas de congressistas devem R$ 372 milhões ao INSS

Enquanto "patina" a Reforma da Previdência, deputados federais e senadores estão associados a empresas que devem R$ 372 milhões ao INSS. Nono levantamento da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional apurou que, 73 deputados e 13 senadores estão ligados a grupos devedores da Previdência (1 em cada 7 congressistas).

As empresas presentes no levantamento têm parlamentares como sócios, presidentes, fundadores ou administradores. Casos em que os CNPJs estão vinculados aos CPFs dos congressistas. Entre elas, há redes de televisão e rádio, hotéis, frigoríficos, companhias siderúrgicas e até diretórios de partidos políticos.

Dívidas milionárias. Entre os devedores, quatro senadores e 11 deputados têm empresas que somam dívidas superiores a R$ 1 milhão.

O líder do ranking é o senador Fernando Collor (PTC-AL). O ex-presidente está associado a cinco empresas que devem R$ 112 milhões, todas no ramo de comunicação. A TV Gazeta, retransmissora da TV Globo, tem Collor como sócio e deve R$ 46 milhões ao INSS.

COBAP