Ação por abuso em empréstimos consignados condena 11 bancos a pagar total de R$ 11 milhões

As 26 Ações Civis Públicas ajuizadas em fevereiro contra prática abusivas em empréstimos consignados resultaram na condenação de pagamento de R$ 1 milhão, por dano moral coletivo, por cada um dos 11 bancos que descumpriram a sentença, totalizando R$ 11 milhões. 

A ação proíbe o desconto direto na conta dos consumidores dos valores relativos ao crédito consignado que é descontado do pagamento do trabalhador e repassado diretamente pelo empregador à instituição financeira.

O processo movido pela Defensoria Pública e do Ministério Público do Rio de Janeiro foi motivado principalmente pelas numerosas reclamações de servidores públicos que sofreram duplo desconto, pelo Estado e pelos bancos, dos valores relativos aos pagamentos dos seus empréstimos, diante do atraso do repasse, consequência da calamidade financeira do estado, que vem atrasando em meses os salários do funcionalismo.

 

*Com informações de O Globo