Pesquisa mostra que 69% são contra atual reforma da Previdência

Pesquisa digital feita pela MindMiners em todo o Brasil mostra que 68,7% das pessoas ouvidas são contra a nova versão da reforma da Previdência do governo Michel Temer (PMDB), enquanto 12,5% delas são favoráveis e 18,8% não souberam opinar. 

O levantamento com 2.257 entrevistados foi feito em 24 de novembro por meio de aplicativo eletrônico, dois dias depois da divulgação do novo parecer da proposta. 

Dados coletados em março deste ano pela MindMiners, quando a reforma previdenciária proposta pelo governo era mais ampla, apontaram 72% de rejeição e apenas 11% de aprovação.

De acordo com a pesquisa, os contrários à reforma argumentam, entre outros pontos, que a população não foi envolvida nas discussões, que os mais pobres sairão perdendo no futuro e que o desequilíbrio das contas previdenciárias não é o causador do problema fiscal brasileiro.

A pesquisa da Mindminers também mostra que 33,1% dos entrevistados "estão por dentro de tudo" sobre a reforma da Previdência, enquanto 54,5% conhecem o tema superficialmente e 21,4% têm se informado pouco sobre o assunto.