Protesto muda a rotina de Cuiabá e repercute em todo o território nacional

Dezenas de aposentados e pensionistas, a maioria oriunda de diversas regiões do país, participaram do manifesto contra a reforma da previdência, realizado com grande êxito no centro de Cuiabá, na manhá da última terça-feira (17 de abril).

O protesto se iniciou na Praça Alancastro. Reunidos, os militantes fecharam a Avenida Getúlio Vargas e marcharam até a agência do INSS, paralisando o trânsito e chamando a atenção de milhares de cuiabanos.

A passeata foi encerrada com a entrega de uma carta ao INSS, assinada pelos líderes Warley Martins Gonçalles e Adelfina Barboza de Souza, que reivindicaram a recriação do Ministério da Previdência e o fim da reforma. 

A mobilização inédita foi organizada pela FEDAPI e COBAP, contando com apoio e participação de representantes 29 associações mato-grossenses, além de dirigentes de outros 15 estados. 

O ato obteve grande repercussão na mídia nacional. Jornais tradcionais de todo o Brasil deram notas sobre a revolta dos cabeças brancas. Órgãos de imprensa de todas as localidades divulgaram os fatos e fotos. O protesto dos aposentados na capital foi o assunto mais comentado no Facebook e em outras redes sociais.  

 

Cobap